Serra do Cipó – MG

Cachoeira da Farofa

A Serra do Cipó é uma das mais importantes províncias turísticas do estado de Minas Gerais.

Localizada na região metropolitana de Belo Horizonte, fica a aproximadamente  260km de Juiz de Fora e 100km da capital mineira.

A cidade é pequena, mas conta com bastante opção de comércio como bares, restaurantes, pizzarias, farmácia, mercado, etc. Além de diversas opções de estadia, das mais simples às mais sofisticadas.

Pôr do Sol – Portaria Areias

O Parque Nacional Serra do Cipó é uma unidade de conservação brasileira, localizado na Serra do Espinhaço – MG e um dos principais atrativos da cidade. Conta com uma grande diversidade de vegetação, cachoeiras, cânions, cavernas e sítios arqueológicos preservados. O parque possui 2 portarias: Areias e Retiro.

Para quem tem bom preparo físico, um dia em cada “lado” é o suficiente para conhecer os atrativos.

Na portaria AREIAS, o parque possui infraestrutura com banheiros, centro de visitantes, bebedouros e estacionamento (que até então é gratuito, assim como a entrada)

As trilhas são bem sinalizadas e de nível técnico relativamente fácil. No parque, é permitido a entrada de bike, o que agiliza e muito conhecer todos os atrativos. A maior parte deste percurso é feita por “estradões” e com isso até crianças conseguem ir pedalando.

Bambuzal

Para quem não consegue levar sua própria bike, o parque aluga. Em Julho/18 estava entre R$ 40,00 e R$ 50,00 a diária (das 8h as 18h – horário de funcionamento do parque).

No primeiro dia, chegamos no parque já no início da tarde e visitamos o circuito  Areias.

Nele, os principais atrativos são: Circuito das Lagoas, Trilha “prevenção do fogo”, Córrego das Pedras, Cachoeira Capão dos Palmitos, Cachoeira da Farofa e Cânion das Bandeirinhas, sendo este último o maior percurso com 24km (ida e volta).

Devido ao tempo curto (horário limite para saída do parque é 18h), decidimos ir somente até a Cachoeira da Farofa.

Em uma oportunidade anterior, eu já havia ido à cachoeira Capão dos Palmitos…

Terminamos nosso treeking final da tarde com um lindo pôr do sol, “encarado” pela lua nascendo do lado oposto.

No segundo dia, iniciamos ainda cedo o percurso RETIRO.

Cachoeira Gavião

Já nesta portaria, não há infraestrutura. Apenas uma pessoa orientando sobre os atrativos.

O carro fica estacionado “na rua”. Também é permitido entrar de bike, porém  é um percurso mais técnico e exige um pouco de habilidade.

Neste circuito, os principais atrativos são: Bambuzal, Cachoeira do Gavião, Cachoeira das Andorinhas e Cachoeira do Tombador.

Uma curiosidade: O rio Cipó, é o mais importante curso d’água da região. Nasce a partir do encontro dos ribeirões Mascate e Gavião, sendo que o Mascate desce do Cânion das Bandeirinhas, enquanto o Gavião, a serra da Bocaina.

Decidimos aproveitar mais os “melhores” atrativos e em função disso, não visitamos a Cachoeira do Tombador.

Passamos boa parte do tempo na cachoeira Gavião e Andorinhas (onde a água chega a ser mais agradável que a Gavião) e finalizamos novamente o percurso no final do dia totalizando 15km de treeking.

Cachoeira Andorinhas

Mais informações sobre o parque: www.serradocipo.com

No terceiro dia, optamos por visitar a Estação Ecoturística Cachoeira Serra Morena, que fica em uma propriedade particular. Subimos a Serra (sentido Tabuleiro) e mais ou menos no meio dela há uma entrada à esquerda. São 5km de estrada de chão até a propriedade.

Pagamos R$ 30,00 por pessoa para visitação. O local conta com estacionamento, restaurante, banheiros e também  estadia (pousada).

São 2 cachoeiras, chamadas de Serra Morena I e II.
A primeira, tem uma queda pequena, porém um lago bacana para nadar.

A segunda, é enorme! Uma das cachoeiras mais bonitas que já vi.
Em uma das laterais, tem uma parte mais rasa de cascalhos e lembra uma prainha. Tem mais espaço nas pedras para ficar e passar o dia.

Apesar de termos ficado pouco tempo (em função da viagem de retorno à BH), valeu MUITO a pena ter conhecido o local.

Cachoeira Serra Morena I

Tendo disponibilidade, é interessante passar o dia com calma e usufruir da infraestrutura do local.

Mais informações: reservaserramorena@hotmail.com

Além desta , a região possui diversas cachoeiras particulares. Todas são pagas!

Se programe antes de ir, pesquise as de sua preferência e leve dinheiro em espécie, pois não vimos caixa eletrônico na cidade.

Obs: Os estabelecimentos, em sua maioria aceitam cartão, mas as

Cachoeira Serra Morena II

cachoeiras não.

Estátua do Juquinha

Cachoeira Capão dos Palmitos

Blog

Serra do Cipó – MG

A Serra do Cipó é uma das mais importantes províncias turísticas do estado de MG. Abriga o Parque Nacional Serra do Cipó, com cachoeiras, cânions, cavernas e sítios arqueológicos preservados. Saiba mais…

acesse

Ibitipoca – MG

Ibitipoca, um pequeno vilarejo, onde o turismo vem crescendo e muito nos últimos anos devido a grandes eventos culturais, gastronômicos e esportivos, além das belezas naturais do seu Parque Estadual. Saiba mais…

acesse

Serra Fina

No início de Julho, nossa professora Nina Marques esteve na Serra Fina, um “pedaço” da Serra da Mantiqueira, por sua vez, uma das mais importantes cadeias de montanhas do Brasil. Saiba mais…

acesse