Ibitipoca – MG

Ibitipoca, ou Conceição do Ibitipoca, fica a aproximadamente  90km de Juiz de Fora, sendo 60km até a cidade de Lima Duarte e mais 27 de estrada de chão.

A cidade é um pequeno vilarejo, onde o turismo vem crescendo e muito nos últimos anos devido a grandes eventos culturais, gastronômicos e esportivos, além das belezas naturais do Parque Estadual. Este  foi fundado em 1973 e é conhecido por ser o lugar com o maior número de grutas do Brasil (o que explica a origem de seu nome dado pelos índios tupi-guaranis, significando Casa de pedra).

Ibitipoca possui várias cachoeiras (de água MUITO gelada) e  “cor de Coca-Cola”. Essa coloração dourada e até mesmo avermelhada se deve ao acúmulo de matéria orgânica em decomposição nas bacias subterrâneas, que chega facilmente às águas devido a porosidade do solo, e devido ao quartzito concentrado nas rochas.

Em relação a hospedagem, existem campings , pousadas e casas para todo tipo de gosto e bolso. Vale a pena procurar algo que lhe agrade!

Algumas curiosidades: Em Ibitipoca não há posto de gasolina. Vá de tanque cheio se for rodar por lá ou ficar mais dias.

Lago dos Espelhos

Também não há caixas eletrônicos ou banco, mas hoje em dia muitos estabelecimentos já aceitam cartão!

Existe um posto de saúde, mas o atendimento é básico e com horário restrito. Apesar de ter farmácias, vá preparado caso utilize algum medicamento específico.

Agora, vamos a parte boa!! hehe

Em minhas inúmeras visitas à cidade e ao Parque, seguem algumas dicas:

Hoje em dia o parque conta com algumas regras de funcionamento e valores. Segue o link para maiores informações atualizadas: http://www.ibitipoca.tur.br/parque/

O interessante é chegar cedo ao parque, principalmente quando for feriado ou tiver eventos na cidade. Assim você garante entrada e é possível conseguir vaga para estacionar o carro dentro do parque, o que fica muito mais próximo à área de camping, estrutura de lanchonete, restaurante e banheiros.

Cruzeiro

Para quem ainda não conhece o parque, o ideal são 2 dias. Um deles para fazer o percurso conhecido como “Circuito das Águas” e o outro dia para o “Circuito Janela do Céu e Pico do Peão.

 

O circuito das águas é composto pelo: Lago dos Espelhos, Lago Negro, Prainha, Lago das Miragens, Ponte de Pedra, Cachoeira dos Macacos e Rio do Salto. Tem aproximadamente 5km.

 

Já no circuito Janela do Céu, é possível visitar, na ida, o Cruzeiro da Cruz, Pico do Ibitipoca, Gruta dos Três Arcos, Gruta dos Fugitivos, Gruta dos Moreiras, Cachoeirinha, Janela do Céu e Rio Vermelho. A volta, pode ser feita via Pico do Peão, onde é possível visitar o pico e as Ruínas da Capela no Pico do Pião, Gruta dos Viajantes, Gruta do Pião e a Gruta do Monjolinho. Totalizando cerca de 16km de um treeking mais puxado, e que dura praticamente o dia todo.

Janela do Céu

 

 

 

Ao sair do parque, vale a pena parar no caminho (na própria estrada para o vilarejo) e experimentar o famoso e delicioso Pão de Canela da Tia Maria. Existem outros sabores também, mas o de canela é típico da região.

Além do parque, a cidade possui vários passeios turísticos no seu entorno feitos em quadriciclos, à cavalo, etc. Algumas empresas especializadas ficam próximas ao Ibitilua e os passeios podem ser fechados diretamente lá.

Aproveite a noite no vilarejo em seus diversos bares e restaurantes. Aos finais de semana, normalmente há música ao vivo e eventos, o que torna a cidade movimentada.

Pico do Peão

 

 

Blog

Ibitipoca – MG

Ibitipoca, um pequeno vilarejo, onde o turismo vem crescendo e muito nos últimos anos devido a grandes eventos culturais, gastronômicos e esportivos, além das belezas naturais do seu Parque Estadual. Saiba mais…

acesse

Serra Fina

No início de Julho, nossa professora Nina Marques esteve na Serra Fina, um “pedaço” da Serra da Mantiqueira, por sua vez, uma das mais importantes cadeias de montanhas do Brasil. Saiba mais…

acesse

Desafio Rio do Alto – Abril 2018

O desafio Rio do Alto, consta em uma programação completa para a alta temporada de montanhismo 2018.
A proposta é atingir os 10 maiores picos do Rio de Janeiro, dividido em 5 fases. Saiba mais…

acesse