Aiuruoca – MG

Entrada para Aiuruoca

Por Nina Marques;

Na manhã seguinte, seguindo viagem, #partiu Aiuruoca.
Foram 55km percorridos pela BR 354/383 e BR267 com a estrada (na época da viagem) em boas condições.

Esta foi a segunda vez que estive em Aiuruoca. A cidade se divide em duas “regiões”, a do Pico do papagaio (logo na entrada da cidade) e o Vale do Matutu (do outro lado, atravessando a cidade). Ambas com atrativos naturais que valem a pena conhecer.

Como deste vez estávamos de passagem, optamos em ir apenas no lado do Pico do Papagaio.

Da BR 267 (trevo de entrada para Aiuruoca) até a entrada para a região do Pico do Papagaio são aproximadamente 5km de asfalto. Após isso, virando a direita, são mais 10km de estrada de chão até a Cachoeira dos Garcias.

A estrada não é bem conservada , mas conseguimos ir numa boa e chegando lá, haviam carros mais baixos como Gol, Palio, etc. É só ir com cuidado e ter experiência em estrada de chão que dá!

Cachoeira dos Garcias – Vista da trilha de acesso

No caminho para a cachoeira dos Garcias, passamos pela entrada do Poço do Joaquim Bernardo e a entrada para o Pico do Papagaio.
O Poço, vale a pena a visitação, pois é um lugar calmo, ideal para banho e com acesso de carro até o local do banho.
Não há estrutura no local. Se for ficar por muito tempo, é necessário levar água e comida.
Subindo pelas pedras (da queda d’água), existem vários “buracos” para banho que podem ser explorados. Alguns com aproximadamente 1,70m de profundidade .

Cachoeira dos Garcias

Seguindo o caminho, chegamos na Cachoeira dos Garcias. No local possui um bar e restaurante muito bem montado, com um deck e uma vista de tirar o fôlego.
O carro fica estacionado neste restaurante e percorremos cerca de 15minutos à pé até a queda d’agua. O acesso é bem íngreme e de nível médio, mas vale MUITO a pena. A água é EXTREMAMENTE gelada, mas chegar lá e não dar um mergulho é a mesma coisa que não ir. Hehe

Passamos boa parte da manhã ali e retornamos à cidade no meio da tarde, onde abastecemos o carro (existe apenas 2 postos de gasolina na cidade, e um deles não abre domingo) e retornarmos à Juiz de Fora.

Foi uma experiência incrível percorrer uma pequena parte da Estrada Real e conhecer belíssimos locais.
Recomendo a experiência! =)

 

Cachoeira dos Garcias – Vista de cima

Pico do Papagaio – Vista da estrada de acesso

Vista do Deck do restaurante na Cachoeira dos Garcias

Blog

Ibitipoca – MG

Ibitipoca, um pequeno vilarejo, onde o turismo vem crescendo e muito nos últimos anos devido a grandes eventos culturais, gastronômicos e esportivos, além das belezas naturais do seu Parque Estadual. Saiba mais…

acesse

Serra Fina

No início de Julho, nossa professora Nina Marques esteve na Serra Fina, um “pedaço” da Serra da Mantiqueira, por sua vez, uma das mais importantes cadeias de montanhas do Brasil. Saiba mais…

acesse

Desafio Rio do Alto – Abril 2018

O desafio Rio do Alto, consta em uma programação completa para a alta temporada de montanhismo 2018.
A proposta é atingir os 10 maiores picos do Rio de Janeiro, dividido em 5 fases. Saiba mais…

acesse